Início » Saúde » Obesidade infantil

Obesidade infantil

Gente, há alguns dias atrás estava assistindo a uma edição do programa Estilo & Saúde e achei o tema que estava sendo discutido muito interessante, por isso resolvi trazê-lo para o blog. Aliás, aproveitando, esse programa, da Record News, é muito bacana, orienta e sana as dúvidas das pessoas em relação a certos assuntos, nos ajuda a estar sempre bem informados, daí a importância de poder acompanhá-lo.

Voltando ao assunto, o tema era a obesidade infantil e, infelizmente, esse é um problema que vem atingindo cada vez mais as nossas crianças. É impressionante como nos dias atuais os pequenos têm se alimentado mal e o pior é saber que os pais estão vendo isso e nada ou pouco fazem para tentar impedir que eles se tornam os obesos de amanhã.

Segundo a nutricionista Ana Paula Alves nem toda gordura faz mal à saúde, um grande erro cometido pelas pessoas ou até mesmo por falta de conhecimento. A gordura moninsaturada, por exemplo, está presente nas frutas e verduras na forma líquida. Junto com ela, que faz bem à saúde, existe também as polinsaturadas que estão presentes no abacate e no azeite. Resumindo, as gorduras moninsaturas e polinsaturadas fazem com que aumente o colesterol bom (HDL) no nosso corpo.

A nutricionista convidada fez dois alertas muito sérios em relação aos erros que os pais estão acostumados a cometer. O primeiro já é cometido na hora da compra. Eles não olham a tabela nutricional e muito menos comparam a quantidade de benefícios [proteínas, carboidratos, minerais e ferros] entre os produtos. O segundo erro é pior. Os pais não vêem problema em dar um achocolatado industrializado para o filho na hora do lanche, mas também não insistem em ofercer-lhes um suco natural, por exemplo de laranja. O primeiro tem em torno de 200 caloriais, enquanto o suco possui 180, porém os benefícios do último são muito maiores e melhores à criança.

O segredo para a boa alimentação dos pequenos se dá quando os pais se alimentam corretamente, fazem uso de alimentos saudáveis e dão preferência a verduras, frutas e legumes ao invés de chocolates, frituras e produtos industrializados. Devemos sempre prestar atenção nesse detalhe que, embora pequeno, é muito importante: a criança reproduz tudo o que vê em casa, por isso evitar crianças e, futuramente, adultos obesos, está nas mãos dos próprios pais, principalmente no ritmo de vidas que estes levam e na forma de se alimentar dos mesmos.

* Caso tenha ficado interessado, clique aqui e veja a edição completa da atração.

Por hoje é só. A gente volta a se encontrar no próximo post. Até lá!

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s