Início » Alimentação » Cuidando da alimentação das crianças

Cuidando da alimentação das crianças

Olá, bem-vindos ao Nossa Conversa desta sexta-feira!

Na última segunda-feira (06), milhares de estudantes retornaram às salas de aula com o começo de mais um ano letivo. Dessa forma, o Nossa Conversa vai ajudar você pai, você mãe a cuidar de um item muito importante e que faz toda a diferença no dia a dia escolar do seu filho: a lancheira.

Com tantas guloseimas que nos são apresentadas todos os dias, fica difícil não cairmos em tentação, não é mesmo? Porém, como muitos sabem, as crianças reproduzem aquilo que os pais fazem, e na hora da alimentação a regra não muda, portanto o primeiro passo para tomar cuidado com a alimentação do seu filho é tomar cuidado com a sua própria.

Com a volta às aulas muitas dúvidas retornam na cabeça daqueles que montam a lancheira diariamente do pequeno estudante. E o mais difícil, não há como negar, é reunir alimentos variados, pouco calóricos, nutritivos e que agrade principalmente o consumidor do que nela contiver.

O idal aos pais, quando optarem por colocar na lancheira da criança o suco, é dar preferência a um suco natural da fruta e quando tiver de incluir algum alimento industrializado, nunca se esqueça de conferir a taxa de sódio, gordura e açúcar, sempre disponíveis nas embalagens.

A atenção nas lancheira é muito importante pelo fato da crianças passarem grande parte de seu tempo dentro das escolas e em contato com diversas crianças. O que faz a preocupação aumentar ainda mais é a pesquisa divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que mostra que uma em cada três crianças de 5 a 9 anos estão acima do peso e nos adolescentes o número fica em um em cada cinco. Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde entre alunos da 9ª série do ensino fundamental nas 27 capitais brasileiras mostrou que o sobrepeso atingiu 16% deles e um outro dado que preocupa mais ainda é a porcentagem da prevalência da obesidade entre os mesmos: 7,2%.

Quantidade a ser ingerida por cada pessoa nas diferentes fases da vida:

250 a 300 calorias para crianças de 4 a 6 anos;
300 a 350 calorias para crianças entre 6 e 9 anos;
350 a 450 calorias para os adolescentes (12 a 18 anos)

Pra finalizar o nosso alerta: a variedade no lanche é essencial, até para não enjoar a criança com os mesmo alimentos todos os dias. Portanto, quando for montar a lancheira do seu filho (a), procure incluir ao máximo o grupo de alimentos que são os cereais (grupo das frutas, verduras e legumes), os leites (queijos e iogurtes) e o grupo das carnes.

Por hoje é só, mas eu te espero para o nosso próximo encontro. Até lá!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s