Início » Saúde » O fim dos cigarros com sabor

O fim dos cigarros com sabor

Hoje o Nossa Conversa vai tratar de um assunto muito importante. Eu diria importantíssimo! A alguns dias o Ministério da Saúde informou em sua página oficial na internet que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) havia aprovado a retirada de cigarros com sabor do mercado. A decisão tomada pela diretoria da Agência foi unânime após um ano de debate sobre o tema.

Essa discussão, em torno do cigarro ou qualquer outro derivado do tabaco, sempre está presente nas pautas aqui do blog. O que muitos precisam e devem saber é que esses aditivos inseridos nos cigarros nada mais são do que estratégias desse tipo de mercado com o objetivo de atrair novos consumidores. Vale deixar registrado neste espaço, que 60% dos jovens fumantes são adeptos desses cigarros com sabor. Um número altíssimo e que deixa claro que tais artifícios adotados têm obtidos respostas positivas.

A retirada em defivinitivo desses cigarros com sabor não será imediata, mas terá um prazo: 18 meses. Já os charutos e demais derivados do tabaco terão 24 meses para se adequar a nova lei. De acordo com a representante da Aliança de Controle do Tabagismo, Paula Johns, o cravo e o mentol são os principais aditivos utilizados nos produtos derivados do tabaco para conquistar novos fumantes. “A maioria dos jovens, cerca de 60%, experimentam cigarros com sabor. O cravo e o mentol são os principais aditivos consumidos pelos jovens”, apontou Paula.

Os aditivos são usados para mascarar o gosto ruim da nicotina, o cheiro desagradável, diminuir a visibilidade e irritabilidade da fumaça em pessoas não fumantes. Um estudo realizado pela Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz com 17 mil estudantes em 13 capitais brasileiras, entre 2005 e 2009, mostra que 30,4% dos meninos e 36,5% da meninas já havia experimentado cigarro pelo menos uma vez na vida. Desses, 58,2% dos rapazes e 52,9 das moças afimaram preferir os cigarros com sabor. No geral, 33,1% dos entrevistados informam que o sabor é importante. Dados dos INCA (Instituto Nacional do Cancer) apontam que 45% dos fumantes de 13 a 15 anos consomem cigarros com sabor. No Brasil, o tabagismo é responsável pela morte de 200 mil pessoas todos os anos. O país abriga ainda 25 milhões de fumantes ativos e 26 milhões de ex-fumantes.

Aproveito agora o espaço para deixar a minha visão em torno não apenas dos cigarros com sabor, mas do tabaco de modo geral e todos os fumantes. É opcional fumar ou não? Sim, claro que é. Cada um possui o seu livre arbítrio, o de poder escolher o que bem quer. Mas um fato é inegável tanto aos fumantes quanto aos não fumantes. Todos os anos centenas de pessoas vêm a óbito por causa do tabaco, todos os anos dinheiro do governo, na verdade nosso, são destinados a tratamentos de doenças causadas pelo tabaco, e eu te pergunto: será que esse dinheiro não poderia estar sendo aplicado na melhoria da educação, do saneamento básico e da saúde no país? Sim, poderia, mas muitas vezes são os fumantes que impedem isso de acontecer. O fumante continua tendo o seu direito a saúde, mas o que será gasto com você futuramente poderia ser usado em áreas importantes para todos os brasileiros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s